Maus Tratos e Descasos na Hair Brasil: Wella Professionals, Morrocanoil e NP Hair Solutions

Olá pessoal, tudo okay?

Agora vou fazer um breve comentário sobre os representantes de algumas empresas que tiveram um pouco de descaso na hora de recepção. Afinal sou um blogger, e meu dever não é só falar de produtos e lançamentos, e sim soltar informação.

 

Moroccanoil:

A Moroccanoil é uma empresa que dispensa apresentações, muitos já testaram e usaram seus produtos no mundo todo. Ela tem a fama de ter trazido o óleo de argan á tona, tirando-o do anonimato.
Ano passado quando eu estive na Beauty Fair, eu confesso que até pensei em dar uma passadinha, pois quem é que não brilha os olhos com a grande Moroccanoil?
Porém, uma conhecida minha havia me dito que foi distratada no stand deles, dizendo resumidamente que eles faziam acepção de pessoas, e te mediam de cima a baixo. Tudo bem, poderia apenas ter sido a funcionária que a atendeu, mas no mesmo dia do evento ouvi outros casos do mesmo ocorrido, e desisti de passar no stand.
Durante o primeiro dia da Hair Brasil, eu, junto a minha amiga Liia Silva fomos ao stand da Moroccanoil, ela viu que o stand estava cheio de gente saindo com bolsas da marca (vazias) e ela se dirigiu para um representante que estava próximo do estoque deles. Ela apenas lhe perguntou quando eles iriam disponibilizar mais bolsas com amostra do óleo, e o carinha que lá estava mau a olhou apenas dizendo que apenas mais tarde e que eles não estavam dando amostras ou bolsas naquele horário. Liia disse que estava vendo o povo sair de lá com bolsas vazias (e de fato estavam), e ele a ignorando, novamente mau olhando pra ela e dizendo que haviam comprado algo, ou qualquer coisa, mesmo com gente passando ao lado com as bolsas vazias.

 

Aí me fica a pergunta: são os funcionários da empresa que se acham superiores aos outros por trabalharem nela, ou é a própria empresa que dá um treinamento de falta de respeito para os mesmos?

 

Cada vez mais sinto vontade de testar qualquer coisa da empresa, agora que a vontade é quase nula.

 

 

Wella Professionals:

Estávamos andando por um corredor do evento quando vimos o stand da Wella Professionals, eu e a Pri Gomes.vimos um pessoalzinho ao redor do balcão entrando no local após falar com as recepcionistas, e também havia algumas pessoas ao redor entrando no mesmo local. Eu e a acompanhante resolvemos ir lá ver o que era, afinal, não havíamos ido a um dos dois stands da Wella.

Acontece que ao meu simples perguntar “Do que se trata o evento?” as duas recepcionistas que ali estavam, uma morena e uma loira, nos olharam de cima a baixo enquanto a morena dizia que o tal evento era apenas para convidados em um tom sínico de deboche. O mesmo tom foi ouvido por algumas pessoas que estavam atrás de nós, que se recusaram a ficar no lugar, saindo em seguida de nós dois.

 

 

NP Hair Solutions:

Estávamos eu e a Pri, antes de reencontrarmos a Gi Dal Bom, saindo do stand da Floractive, quando vimos o da NP Hair, no qual eu decidi ir conhecer. Era um stand pequeno na verdade, nada chamativo, mas sempre gosto de conhecer novas marcas e produtos.
Ficamos dentro do lugar por um minuto quando ninguém se disponibilizou a nos atender. Até aí “tudo bem”, quando chamei uma senhora representante da empresa. Informei que eu era blogger e que queria falar com o representante de marketing da empresa, ela notavelmente não era, olhando para os lados procurando a tal pessoa, mas disse para que eu falasse com ela mesma. Os olhares sobrepostos a um tom de grosseria e descaso ficaram ainda mais evidentes quando eu disse que queria conhecer os produtos e a marca, na qual ela não me falou nada a respeito da mesma, me indicando procurar depois o representante de marketing (ué, não era pra falar com ela?).

Fiz questão de agradecer e anotar na minha agenda o nome da empresa na frente dela, finalizei com um sorriso e saí.

Por que uma empresa nem tão conhecida (pelo menos nunca havia ouvido falar) distrataria qualquer tipo de cliente? Visto que de todas as voltas que dei na Hair não vi sequer uma pessoa entrando naquele stand.
A marca já ficou queimada comigo.

 

 

 

Entre grandes e pequenas empresas ficou notado para mim o descaso. Fui bem tratado com representantes de grandes marcas como a Senscience, por todos com quem conversei da Inoar, KPro, Lola, entre outras grandes e médias (em relação a conhecimento) empresas, como os donos da L’officer que foram nos prestigiar e conhecer no evento.

Não que eu desejasse que todos os representantes das empresas fossem doces como açúcar  ou excepcionalmente simpáticos como TODA a equipe da parceira Dom Bianco, que sempre me tratou super bem, mesmo sem me conhecer (e que aliás fiquei feliz de rever rostos como o da querida Maria Porto).

O pessoal da Salvatore com a simpaticíssima Mayara, a super doce Isabela da Midori, Aneethun, entre outras sempre muito cordial, até mesmo quando os re-encontrei por acaso ou não… Até mesmo a grande Joico, que possuía um grande e belo stand, mas que porém não era nada convidativo e nunca vi sequer uma alma entrando no mesmo, apenas por um instante quando estava com o pessoal na Inoar no domingo, vi duas clientes por fora conversando com um representante da Joico, sendo super bem tratadas.

 

Apenas gostaria de saber se por essas empresas lá em cima do post, faz parte do currículo de seus representantes ter um “curso” em descaso ou maus tratos! :]

 

Abraços.

F.

 

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: